Os estragos dos temporais de verão são uma constante preocupação

Na quinta feira, dia 17 de outubro de 2019, o forte temporal que durou cerca de 10 minutos, causou grandes estragos na região. Em Caxias do Sul, diversos pontos da cidade foram alagados, os boeiros e pontos de evasão da água transbordaram, árvores e postes de luz tombaram, faltou energia elétrica em alguns bairros. Os bairros de Caxias do Sul mais atingidos foram Diamantino, Centenário, Madureira, Santa Lúcia e Ana Rech. O Corpo de Bombeiros recebeu mais de cem chamadas referente alagamentos em residências, queda de árvores e postes de luz, queda de barreiras. Apesar da ventania, o destelhamento de casas não foi expressivo.

Na região, o município mais atingido foi Lagoa Vermelha que contabilizou cerca de 500 casas atingidas e que sofreram danos durante o temporal. Dois ginásios de escolas foram abertos para receber os desabrigados. Iniciaram também a coleta de alimentos, cobertores e auxílios específicos, conforme a necessidade dos desabrigados.

Já os temporias de novembro também voltaram a atingir os municíos da região. O temporal do início de novembro, mais precisamente do dia 03/11/2019 castigou Bento Gonçalves, com diversas árvores derrubadas, muitos bairros sem energia elétrica, devido aos vendavias e chuva de granizo. Os bairros mais atingidos foram Santa Marta, São Roque, Aparecida e linhas Passo Velho e Eulália. A chuva de granizo também causou estragos consideráveis nos municípis de Carlos Barbosa, Boa Vista do Sul, Santa Tereza e Coronel Pilar. Em Garibaldi, apesar da chuva forte de granizo a Defesa Civil não registrou estragos passíveis de reparos.

,