Arquivo recupera história de Teixeirinha

Vitor Mateus Teixeira, um dos maiores artistas do País e fenômeno do regionalismo gaúcho, morreu há 30 anos em Porto Alegre.

4 de dezembro de 1985. Há 30 anos, morria em Porto Alegre um dos maiores artistas populares que o Brasil já produziu: Vitor Mateus Teixeira, o Teixeirinha. Na carreira, foram mais de 60 discos gravados, 12 filmes lançados, além de programas de rádio de sucesso.

Em sua obra, há músicas que marcaram gerações e se tornaram clássicos do regionalismo gaúcho, como “Coração de Luto”, “Querência Amada”, “Tordilho Negro” e “Gaúcho de Passo Fundo”.

A história do músico é recuperada neste fim de semana dentro do projeto Arquivo Gaúcha – A Memória Viva do Rádio. O especial multiplataforma recupera áudios do arquivo da emissora, lembrando importantes coberturas jornalísticas e acontecimentos ao longo dos últimos 40 anos.